Triquicibernautas

21/09/2017

A manhã estava fresca, mas nada que um agasalho não ajudasse a proteger-nos dessa frescura. Assim, como tínhamos combinado ontem, metemos pés ao caminho e fomos aproveitar o espaço exterior que nos rodeia...É tão bom estar na cidade, com o campo e o monte logo ao pé.
O destino foi uma ida ao monte. Para muitos foi a primeira vez. A felicidade que deixamos transparecer nas nossas faces, é sinónimo de um bem estar fantástico.
Pelo caminho, fomos fazendo aprendizagens bem significativas ... A descoberta de números e letras e respetiva explicação (por quem já sabe)...


Conversa sobre a importância do Ecoponto e respetiva funcionalidade.


Até há quem (mesmo muito pequeno), nos ensine as marcas de carros.


E quem já tenha alguma idade e nos "mostre com olhos de ver" um campo de milho.


Já no monte treinamos a nossa coordenação motora, o equilíbrio, as quedas, o subir e descer, o piso irregular, etc. Limpamos um bocadinho do monte, observamos as pinhas no alto do pinheiro, brincamos com paus e com pedras, apanhamos bolotas e caruma.





Descemos o monte e fizemos uma incursão nas vinhas e comemos uvas espadeiras.






Descemos mais um pouco e encontramos uma Eira antiga, com milho a secar e a espreitar à janela, e milho pronto a ser utilizado.




 E um campo de milho já cortado...


Comemos maçãs diretamente da macieira ( A dona Rosinha deu-nos autorização).


Por fim...O descanso, antes do regresso à escola.


                 De tarde, depois do relaxamento, a nossa professora contou-nos esta história.


Conversamos sobre o milho: Para que serve, o que se pode fazer com ele, etc. Está à vista o primeiro projeto do ano.
De seguida e como tínhamos trazido três espigas de milho, estivemos a debulhar estas espigas.


O desenvolvimento do aspeto lúdico facilita a aprendizagem, o desenvolvimento pessoal, social e cultural, colabora para uma boa saúde mental, prepara para um estado interior fértil, facilita os processos de socialização, comunicação, expressão e construção de conhecimento.

20/09/2017

O espaço exterior envolvente à nossa escola, é um local privilegiado para a vivência de situações novas e diferentes das que experienciamos  dentro da nossa sala, o que potencia a nossa curiosidade natural.
Hoje fomos visitar a biblioteca da EB2/3, o que para muitos foi a primeira vez. Tomamos contacto com este espaço (que será nosso muitas vezes), "lemos" um livro, aprendemos as regras de estar numa biblioteca, aproveitamos para brincar no "jardim dos aromas" da biblioteca, etc.
Antes de irmos à biblioteca, passamos na escola do 1º ciclo, para ver os nossos amigos do 1º ano...


Lá fomos recebidos pela Professora Elsa, que nos deu as boas vindas e nos proporcionou a exploração deste espaço (como sempre).



E a visita à biblioteca, tem que ter obviamente uma hora do conto. A nossa professora contou-nos a história "Todos no sofá" de Luisa Ducla Soares....que gostamos muito. As histórias, são janelas viradas para o mundo... São uma riqueza infinita de conhecimento, porque estimula a nossa imaginação, os nossos sentidos e as nossas emoções. favorecem o pensamento critico e evitam que as nossas funções cognitivas, como por exemplo a memória, a concentração e a atenção se deteriorem.



O contacto com o livro é um exercício para a mente ...








Por fim, no "jardim dos aromas", brincamos e fizemos mais aprendizagens... 




Deixamos aqui a história "Todos no sofá".



QR code

QR code
 
Copyright (c) 2010 Triquiteiros de S.João. Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.