Triquicibernautas

08/12/2016

O nosso projeto "No Mundo dos Dinossauros", teve ontem mais um momento de alto valor. Como estava planeado desde o inicio, visitamos a Exposição "Dinossauros da nossa terra", no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa.


Mas para lá chegar, foi preciso fazer mais de 300 Kms. O dia começou bem cedo (ainda era de noite) quando embarcamos no comboio Intercidades em Guimarães.


Andar de comboio, parece que é mesmo fixe...



Até se pode ir à janela a apreciar a paisagem...


E no comboio, o colo da professora dá para muitos...


Alguns pais, também nos acompanharam, o que foi uma preciosa ajuda.



Chegados a Lisboa (Gare do Oriente) a Policia guiou-nos até ao local onde se encontrava o autocarro que nos levaria ao Museu, mas também a outros pontos da cidade de Lisboa...

 Já no autocarro, rumamos a Belém e aos Jerónimos, onde almoçamos e passeamos.


 Encontramos o "Olaf"...e deliramos!

 Uma foto em frente aos Jerónimos para mais tarde recordar.


Ao inicio da tarde, estava marcada a visita à exposição e trabalho de campo no Museu. Chegados lá, fomos ver como "Era a história da Vida na Terra ao longo do tempo, e como eram os ambientes e as faunas da Região Oeste de Portugal há 150 milhões de anos. 
A exposição está dividida em cinco módulos, cada um dedicado a um membro geológico constituído por um conjunto de rochas sedimentares, que representa um intervalo de tempo entre o Jurássico Superior e o Cretácico. Em cada uma destas secções são apresentados alguns dos fósseis encontrados nos diferentes níveis sedimentares que afloram na Região Oeste de Portugal, com especial ênfase no concelho de Torres Vedras."


A visita à exposição foi guiada por uma Geóloga, que nos explicou tudo sobre os Dinossauros de há 150 milhões de anos. (Fósseis, esqueletos, fauna, flora, etc)



No final da visita, fomos fazer trabalho de campo. Aprendemos como se utilizam os instrumentos necessários para fazer escavações e encontrar "bocados" de dinossauro e experimentamos .

Acabamos com um caderno de campo, onde registamos os "bocados" de Dinosssauro, que encontramos na escavação.

Voltamos de autocarro, desta vez para o Parque das Nações, onde lanchamos e dissemos adeus  Lisboa e ao Tejo.

Regressamos novamente de comboio, onde a boa disposição e a brincadeira foi uma constante até ao final da viagem.

Agradecemos aos pais a companhia e ajuda que nos deram. Muito obrigada.


Um agradecimento especial, à Junta de Freguesia de S. João e ainda novamente aos pais, pelos donativos que recolheram no "Grupo Loja Sol", "Casa do Pão de ló Delicia"; "Casa Ideal"; Adega Avelino"; "Museu do presunto e do vinho" e "Loja de  Carlos António Fernandes Portas"...Casas estas, que obviamente também agradecemos. "

06/12/2016

Por aqui, já vai cheirando a Natal. Depois de termos ido ao monte, buscar musgo e um "ramo" de Pinheiro, fizemos o presépio e a árvore de natal, como no tempo dos nossos avós. 
E foi tudo feito a 3 mãos, ou seja, as 3 salas estiveram implicadas nesta construção.










É pequenino por causa da falta de espaço, mas grande como o nosso coração!


Nota: Agora a vossa professora espera que vão todos para a cama cedinho, pois amanhã é um dia aguardado por todos com muito entusiasmo. Encontramo-nos às 7.30h da manhã. Bom descanso!

05/12/2016

Hoje recebemos a equipa das Bibliotecas, para mais uma vez nos presentear com uma bela história. Nós já conhecíamos a história do Lobo Mau que foi procurar o Capuchinho Vermelho, mas encontrou o Lobo Mau. Mas é sempre um prazer ouvir o "Feliz Natal Lobo Mau",até porque estas personagens são super-divertidas e fazem uma ligação com as histórias tradicionais.
Desta vez o "A caminho da fantasia", brindou-nos com uma dramatização da história e nós adoramos.








Fica aqui a história, para lermos em casa com a familia.



Despedimo-nos da equipa das Bibliotecas, desejando a todos um Feliz Natal, se possível com presentes.

04/12/2016

A  manhã do dia de sexta-feira,  foi passada em articulação com a turma B  do 1º ano (professora Paula) do Centro Escolar de S.João/Enxertos e a turma do 1º ano (professora Iola) da EB Joaquim Pinto.
Aproveitamos também para celebrar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Todos juntos ouvimos e lemos a História "O Peixinho Arco-Íris", (que já havíamos mostrado aqui) que nos fala de um peixe, que com a sua cobertura de escama cintilante, era o mais belo dos peixes do mar. Ele tinha tanto orgulho nas suas escamas que quando outros peixes lhe pediam uma dessas escamas brilhante ele recusava imediatamente. Aos poucos e poucos, começou a perder os amigos e a sentir-se muito só. Mas o Peixinho Arco-Íris prepara-se para descobrir a importância de partilhar os seus bens mais valiosos com os seus amigos.


Os nossos amigos mais novos levaram-nos de barco até ao oceano, onde encontramos os peixinhos já todos coloridos.


Este é o mural alusivo ao mote "Por um Mundo Melhor", em que a mensagem principal é a importância da Inclusão, numa ótica de partilha, respeito pelos outros, sobretudo, pela diferença dos outros.
Depois da história, estivemos a refletir sobre ela e sobre a importância da solidariedade, da partilha, do carinho, do respeito pelas diferenças dos outros. Os meninos do 1º ano estiveram muito bem, nesta reflexão.


Depois do lanche conjunto, a brincadeira também foi conjunta.



Consideramos que a articulação entre estes dois ciclos é fundamental…E é fundamental a cooperação entre os profissionais de ambos os níveis educativos, pois o processo de transição da criança deverá ser “(…) uma passagem harmoniosa na e pela instituição” (Roldão, 2008, citado por Bravo, 2010: 17)
Caso para dizer: “Os saberes atuais só têm sentido se estiverem articulados com os anteriores e perspetivarem os posteriores” (Aniceto, 2010: 72)

 
Copyright (c) 2010 Triquiteiros de S.João. Design by Wordpress Themes.

Themes Lovers, Download Blogger Templates And Blogger Templates.